top of page
Buscar
  • Foto do escritorScheila Adriane

Mudando as narrativas de fenômenos aéreos não identificados. -Por Inelia Benz.


Nos últimos meses, experimentamos uma ativação completa das narrativas sobre Naves Espaciais Alienígenas na Terra.


Escrevi vários artigos sobre isso e ainda não parece que discutimos o suficiente ou trouxemos informações suficientes sobre esse tópico, pois ele continuará a aumentar antes de chegar a um crescendo completo no nível da narrativa da mídia de massa.


Existem alguns itens que quero revisitar sobre esse tópico e são baseados na tecnologia alienígena real que foi colhida por nossa sociedade. Uma delas são as supostas mudanças de narrativa em torno dessa tecnologia, e a outra é sobre a forma como a “divulgação” sobre essa tecnologia está sendo tratada e por que estamos obtendo uma certa natureza de, e muitas vezes conflitantes, informações “formais” sobre isto.


Houve, nos últimos meses, um movimento distinto, nas Narrativas Oficiais de Fenômenos Aéreos Não Identificados, como sendo possivelmente objetos tecnológicos comerciais ou estrangeiros (outras nações), para eles serem completamente “Alienígenas” e fora do mundo por natureza.


É importante estar ciente dessa mudança porque a narrativa da construção sobre extraterrestres esta implicando que isto é algo maior e mais mortal do que se fossem apenas balões meteorológicos.


Algo que várias pessoas tem notado é o fato de ainda estarmos ouvindo e aceitando as informações sobre esses objetos de pessoas e organizações que tem mentido para nós há décadas. E essas pessoas estão sendo apresentadas como “especialistas”.


E é por isso que quero falar sobre isso em particular; o fato de a informação vir desses indivíduos e organizações significa que ela faz parte de uma narrativa que se baseia no paradigma de poder sobre os outros.


Algumas dessas pessoas estão sendo apresentadas como tendo mudado de ideia e agora querem aproveitar a proteção que os denunciantes (Whistleblowers) podem obter. Mas se você ouvir atentamente suas novas narrativas, verá que a agenda do medo ainda está forte dentro deles.


Palavras e linguagem corporal podem permitir que você saiba como identificar uma narrativa. Bem como “dados estabelecidos”.


“Dados estabelecidos” são as coisas que assumem uma “verdade” para começar, que na verdade não é verdade. Por exemplo, as palavras “tecnologia antigravidade” assumem que a “gravidade” é real e uma coisa, quando na verdade é apenas uma teoria da experiência de uma força. Também assume que a tecnologia tem que lutar contra isso.


Esse é apenas um exemplo.


Outro exemplo, que já discutimos no passado, é o uso da palavra “ameaça” e até, recentemente, “invasão alienígena”.


Essas palavras são super carregadas, certo?


Por que, podemos nos perguntar, as informações de que esses tipos de tecnologia estão sendo colhidas estão sendo divulgadas agora? Por que as mesmas pessoas que negaram a existência de alienígenas e ridicularizaram qualquer um que dissesse que eles existiam agora estão saindo e dizendo que tudo é verdade e que a tecnologia está sendo colhida por empresas?


Por que nomes populares, como Uri Gueller e outros, dizem “eu vi os corpos”? E por que não disseram isso antes?


Tudo se encaixa na agenda do medo. A ordem tácita e implícita que essas pessoas estão recebendo de seus chefes é 'agora você deve dizer isso'. E é por isso que é nosso papel falar sobre o que eles estão fazendo e dizendo. É nosso papel falar sobre isso porque eles estão seguindo ordens para nos conduzir a uma narrativa que é prejudicial.


Decidimos há muito tempo que nos asseguraríamos de informar ao que prestar atenção sobre o que pudesse sugá-lo para o paradigma do medo. E todas essas supostas revelações nada mais são do que uma armação nos dizendo que existe um inimigo contra o qual as pessoas não podem lutar. Pense nisso como preparando o palco para a peça que está por vir. Você está predisposto a aceitar a realidade como eles a apresentarão, porque os pequenos pedaços de 'dados estabelecidos' você tomou como verdades.


Outro dia, concordei com a cabeça quando uma dessas pessoas de divulgação falou sobre a Síndrome de Havana entre as conversas sobre tecnologia alienígena. Ele não disse que a Síndrome de Havana é uma tecnologia alienígena, ele apenas falou sobre isso enquanto falava sobre alienígenas. Isso vincula “feixes de armas poderosas” e “raios da morte” a alienígenas.


Veja, uma pessoa pode falar sobre árvores verdes, depois falar sobre chá, depois falar sobre árvores verdes, e este é um método para injetar a ligação entre árvores verdes e chá para a pessoa que está ouvindo. Mesmo que ele não tenha relacionado os dois em sua palestra. Agora você quer um chá verde, certo?


Então o que fazemos agora? Bem, agora somos informados de que a forma como a narrativa de extraterrestres está sendo apresentada (discutida detalhadamente em outro artigo) está viva e sendo entregue em grande estilo. Que a narrativa é baseada em Medo, e podemos esperar coisas ainda mais temerosas e emocionantes pela frente. E que essa narrativa não é para você. Não é para você se envolver e não é para você compartilhar. Em vez disso, você compartilha este boletim informativo, nosso podcast porque informa a verdadeira natureza desta situação. Você está informado, conhecendo e vendo, então compartilhe esse conhecimento.

Por que eles têm que fazer isso agora? Isso está aberto a especulações. Aqui estão alguns pensamentos sobre isso:

  1. Existe um acordo de divulgação que deve ser cumprido.

  2. As pessoas em todo o mundo estão se tornando mais perspicazes e vendo ou capturando essas tecnologias em seus celulares. Portanto, o que eles testemunham deve ser interpretado por uma narrativa de medo.

  3. Há um movimento para aceitar certos usos dessa tecnologia na população humana, e a população tem que concordar com isso. Se eles ficarem com medo primeiro, eles concordarão em usá-lo de braços abertos.

  4. Os alienígenas estão chegando e a população tem que ser convencida de que eles precisam ser eliminados para não questionar as empresas e pessoas que ganharam bilhões de dólares com o que é para todos os efeitos algo que pertence a todos os humanos, e não foi feito para apenas alguns fazerem fortunas ou usarem para controlar as massas.

Fico sempre surpresa com o nível de entretenimento na Terra no momento. Não há um dia que não encontremos algum aspecto interessante da sociedade para olhar, investigar, pesquisar e expor.


Classe relacionada:


Artigos relacionados:

Fizemos o nosso trabalho, agora faça o seu e compartilhe :) Telegram da Inelia em Português: https://t.me/ineliapt



Tradução: Scheila Adriane


37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
bottom of page