Buscar

Co-Criação Consciente


Texto de Inelia Benz - Tradução: Scheila Adriane------


Nesta semana, eu gostaria de convidá-lo a considerar e contemplar a co-criação no planeta Terra:


Estamos em uma realidade co-criada. Quando decidimos manifestar conscientemente nossa realidade, o aspecto mais importante da manifestação consciente é que paramos de deixar que outros (incluindo nossos programas) ditem nossa experiência aqui na Terra através de narrativas impostas externamente.


O que isto significa?


Isso significa que deixamos de ser "reativos" e começamos a ser "proativos" naquilo que escolhemos experimentar aqui, momento a momento. Basicamente, paramos de "culpar" os outros, "esperando que os outros" (incluindo o "universo" ou nossos programas) ditem nossas experiências.


Existem vários níveis de criação e cocriações em que estamos todos envolvidos. Esses níveis exigem diferentes dinâmicas de envolvimento.


No momento, por exemplo, temos a situação do Covid-19 no planeta. Podemos experimentar isso cheio de estresse, medo e gatilhos, ou podemos decidir escolher nossos sentimentos e experiências, vendo-o como uma incrível oportunidade de criar a realidade que queremos.


Nosso ambiente, e as pessoas nele, mudarão ao longo dos meses e anos, à medida que absorve e integra nossa própria narrativa escolhida da experiência da realidade. Em outras palavras, ao escolhermos a narrativa de alta frequência, ela se reflete diretamente em nosso ambiente. Às vezes, pode parecer lento para aparecer, mas aparece. E essa exibição tem mais a ver com a capacidade de vê-la. Muitas vezes, ela já se manifesta, mas leva um tempo para vê-la ou conectar-se a ela.


Freqüentemente, o que acontece quando alguém manifesta inconscientemente é que eles são recrutados para as co-criações de outras pessoas e são essas pessoas que determinam o nível de frequência dessas criações. Como um ser de alta frequência, um ser consciente, um ser com uma consciência expandida, por padrão somos mais poderosos em co-criar realidades do que aqueles que são usados ​​passivamente para criar a realidade de outras pessoas.


Um exemplo pode ser que uma pessoa o ofenda abertamente ou secretamente. Você começa a sentir raiva, tristeza, sente-se vulnerável, traído, medroso, etc. Este é um exemplo de outra pessoa que dita o que você experimenta aqui como sua vida. Você pode então se perguntar: "Eu permito que essa pessoa dite minha experiência aqui na Terra neste momento?" Se você diz "não", de repente as palavras delas se tornam impotentes. Se você disser "sim", terá alguns minutos, horas, dias, semanas, meses, anos de frequências muito baixas ... até dizer "não".


Quando algo parece dissonante, é porque estamos sendo empurrados para uma experiência que não se encaixa na frequência escolhida. Esse impulso pode vir de programas internos ou de influências externas, em outras palavras, pode ser uma escolha consciente ou inconsciente de frequência.


Frequentemente, falamos sobre o que queremos manifestar, mas tudo o que fazemos é oposto a fazer com que essa “escolha” específica se manifeste em nossas vidas. Depois que percebemos isso, podemos tomar ações para solidificar e informar outros co-criadores de que estamos seguindo em frente com ações que apóiam nossas palavras ou concebem "escolhas" em vez de fazer coisas opostas a essa criação.


Este é difícil, porque muitas vezes nossos programas ditam o que buscamos na vida. Dizer, por exemplo, que queremos um novo emprego, e apenas enviar nosso currículo para trabalhos que não somos qualificados para fazer, é uma maneira de negar ou sabotar esse "desejo".


Lembremos que TODA a manifestação neste planeta é criada e entregue por outras pessoas. É tudo sobre fazer parte do coletivo humano. Escolha seus aliados com cuidado.


Fonte: www.ineliabenz.com



76 visualizações
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

© 2016 by Despertando Deuses.