top of page
Buscar
  • Foto do escritorScheila Adriane

A natureza da ESCURIDÃO na dualidade. Por Inelia Benz



Desde muito jovem, quando outros me diziam que não poderia haver luz sem escuridão, e que se não sofrêssemos não poderíamos aproveitar os bons momentos… essa crença era sentida como…ERRADA.


Durante 2010 trabalhei em estreita colaboração com três Trabalhadores da Luz extraordinários e uma pessoa não-dual, a fim de preparar o planeta e a nossa espécie para algumas mudanças energéticas programadas para acontecer em 2012. O trabalho envolveu a retomada de centros de energia chave das Trevas. Sim, das “Trevas”. Não há outra palavra para isso. Poderíamos chamá-los de elite, Greys, de religião, de Illuminati ou de qualquer rótulo que quisermos, mas a verdade é que era um grupo de seres trabalhando através das Trevas. Depois de retomarmos estes centros de poder, nós os devolvemos à Terra. Este trabalho também foi facilitado e apoiado por centenas de Trabalhadores da Luz ao redor da Terra.


Uma das coisas que me intrigou, enquanto realizávamos este trabalho, foi que, quando olhei para a Terra, ela era pura luz. Os centros, depois de retomados, eram pura luz. E a energia que fluía era pura luz.


E, à medida que explorei e tentei compreender, várias informações surgiram em meu caminho que mostravam a natureza e a razão deste trabalho.


Mais tarde naquele ano, compreendi que estamos numa estrutura de dualidade desequilibrada e “errada”. Aquele onde as polaridades estão erradas e causa separação, sofrimento e alteridade. Mas se a dualidade estivesse na configuração correta, não haveria sofrimento ou sensação de separação... e a questão é: para onde vão as Trevas quando alcançamos esta configuração equilibrada?


A informação então era que este “erro” da polaridade neste mundo foi propositalmente concebido e implementado pelos humanos, a fim de experimentarem um abuso de poder, alteridade, poder sobre os outros e muito mais.


Tornou-se então evidente que esta estrutura “errada” deveria ter voltado à configuração certa há muito, muito, muito tempo. Infelizmente, os seres que foram capazes de ver o poder que ele gerou, usaram-no para manter a estrutura na polaridade errada por muito mais tempo do que deveria ser. Assim, a maioria dos Trabalhadores da Luz começou a sentir que isto já dura há muito tempo, que estão cansados e com saudades de casa. Um sentimento de raiva pelo tempo que isso vem acontecendo também foi expresso. E puro cansaço da batalha.

Quando um ser escuro ataca alguém ou algum lugar, meu primeiro sentimento é aniquilá-lo. Destruí-lo. Mas eu sou parada pelo meu "eu superior". Em vez disso, sou instruída a me concentrar nele, pois quando me concentro nele, ele pode ser integrado de volta à Unidade.

Este método de integração é freqüentemente interpretado por trabalhadores da luz como sendo a escuridão sendo levada de volta à luz. Mas não é assim.

E esta é uma pista chave. Existe uma Unidade de uma realidade Dual equilibrada e corretamente alinhada, onde ambas as polaridades são configuradas corretamente e se conectam umas às outras, como dois ímãs, formando um campo grande, unificado e estável. E então há Unidade que é a Fonte de todas as realidades e todos os universos. Estas são duas coisas diferentes.

É para este último que a Escuridão vai, uma vez removida de nossas vidas à força. De volta à fonte de todas as realidades e universos, que muitos chamam de Unidade.

A fim de entender melhor o que estava acontecendo, recebi instruções para estudar “o retorno de Hórus”. Quando digo que recebi estas instruções, quero dizer que literalmente vi as palavras escritas na minha visão interior.

Eu pesquisei diligentemente as seguintes palavras: “o retorno de Horus”. Uma das páginas que surgiram foi “O RETORNO DA LUZ, Revelações do Deus Criador Horus, Com Elora Gabriel e Karen Kirschbaum”. É um trabalho canalizado (embora nem todo correto - e supostamente falso) que basicamente descreve a mudança para a dualidade desalinhada através do ponto de vista dos Trabalhadores da Luz. Se você não está familiarizado com este trabalho, sugiro que você o leia. No entanto, tenha em mente que é apenas um ponto de vista, o da luz e também de um indivíduo. Além disso, tenha em mente que este trabalho fala sobre muitos universos, quando minha experiência tem sido que essa mudança diz respeito apenas a dois universos.

Neste trabalho, mostra o que aconteceu a nível universal, mas também mostra como as Trevas estão a ser “destruídas” e uma batalha está a decorrer em todo este universo e em muitos mais. Um ser de luz certamente perceberá o que está acontecendo com os seres das trevas como “sendo destruídos”. Certamente, aqueles seres das trevas que estão neste universo e resistem a voltar estão sendo enviados de volta à Unidade, ou à sua Fonte, mas não estão sendo destruídos. Uma vez na Unidade ou na sua Fonte, eles deixam de ser um indivíduo e também deixam de ter um “lado”, seja das Trevas ou da Luz, pois não há lados na Unidade ou na Fonte das Trevas. Esta Escuridão com a qual estamos lidando aqui inclui todas as estruturas de energia negativa, incluindo nossas emoções, sentimentos, pensamentos e situações negativas, mas neste nível pessoal, somos NÓS que temos que resolver essas energias. No entanto, o livro tem valor se for lido como um romance. As partes que ressoam serão aquelas a serem observadas.

De volta ao tópico: um dos erros que tem sido cometidos repetidamente ao longo de milhares de anos, tem sido que os Trabalhadores da Luz tentaram "lutar" contra a Escuridão. Assim que a tentativa de lutar e destruir a Escuridão é realizada, o trabalhador da luz se torna um peão no jogo da Escuridão.

Mas antes que a "luta" começasse, exércitos inteiros de trabalhadores da luz foram enviados para este Universo a fim de "consertar" e "salvar" aqueles seres das Trevas, bem como seres caídos, e trazer o Universo de volta a uma Dualidade da Luz equilibrada. No entanto, isso foi um desastre completo. Não só eles não tiveram sucesso, mas um grande número de trabalhadores da luz foram perdidos, e aqueles que sobreviveram foram contaminados.

Por contaminação, quero dizer que eles começaram a experimentar sofrimento, negatividade, opressão e separação da Fonte.

Você pode se perguntar por que, sabendo que eles seriam contaminados, as ondas continuavam chegando. O motivo é simples. Esses seres sabiam que enquanto pudessem manter a luz neste setor, dentro de seu ser, os setores não seriam perdidos completamente. Era uma questão de segurar a luz pelo maior tempo possível, dando ao resto do universo tempo para descobrir como retomar as áreas contaminadas.

Uma primeira onda de Guerreiros da Luz foi enviada, mas infelizmente, essa onda não teve sucesso. A razão era que eles eram feitos da mesma coisa que este Universo e, portanto, tinham a mesma experiência que os trabalhadores da luz.

Foi quando um exército de seres foi recrutado que poderia entrar neste Universo e colocar as coisas de volta em sua configuração correta. Esses seres não podiam ser corrompidos porque não eram de natureza dual e não eram feitos da mesma coisa que os universos das Trevas e da Luz.

No livro que mencionei anteriormente, este passo não foi mencionado. Isso porque, para os Seres de Luz, o exército que foi recrutado teria se parecido com a Luz àqueles sensíveis o suficiente para vê-los, mas na maioria dos casos não teriam sido vistos de forma alguma.

Esses seres não-duais são frequentemente percebidos pelas pessoas como Luz Pura ou Escuridão Pura, dependendo do extremo do espectro em que a pessoa de base dual se encontra. Isso então cria uma sensação de puro amor incondicional, ou medo absoluto, na pessoa que os vê.


O ser não-dual não tem experiência real do que é Luz e do que é Escuridão, mas vê ambos como existentes. Devido ao trabalho que o ser não-dual tem recebido neste Universo, seu foco é apoiar o ser de luz e enviar o ser das trevas para a Fonte Escura ou Unidade. Eles fazem isso sem julgamento. Porém, é importante lembrar que estes seres farão o oposto em Universos Escuros que foram invadidos pela Luz.

A Queda, o momento em que o desalinhamento das polaridades aconteceu, é registrada em muitas culturas como o momento em que, geralmente uma mulher, abria uma lata de vermes. Os exemplos da nossa cultura são: Eva comeu da Árvore do Conhecimento e Pandora abriu a caixa. Antes disso, há histórias do Diabo, tendo sido um anjo, ficando com inveja, lutando contra Deus e caindo na Terra.

Enquanto crescia, tive um sonho recorrente. Nesse sonho havia dois universos, um de Luz e outro de Escuridão. No universo da Luz, tudo era lindo, feliz e harmonioso. No universo das Trevas houve grande sofrimento, escravidão, poluição e muito mais.

O "Criador" decidiu que esses dois universos poderiam aprender um do outro. Que, de alguma forma, se eles se juntassem, sua evolução seria tremenda. Ou algo nessas linhas, no meu sonho eu simplesmente senti que era uma “boa ideia”.

Não havia como unir esses dois universos porque, devido à sua natureza absoluta, eles não podiam se ver.

O "Criador" decidiu fazer um ser que era tanto Luz quanto Escuridão. Esse ser era um constructo que tinha apenas um propósito: entrar em cada universo e "infectá-lo" com a "cor" oposta.

O ser entrou no Universo da Luz primeiro. Foi recebido com confiança e amor. Mas cada um que ele/ela tocou, ficou doente. A doença era desconhecida e os seres começaram a morrer, sofrer e questionar sua existência. Depois que alguns milhares de planetas foram infectados, o ser foi para o Universo das Trevas. No entanto, como agora havia escuridão no universo da Luz, tornou-se visível para o universo das Trevas e os seres das Trevas já estavam preparando um ataque ao universo da Luz.

O ser de “Luz e Trevas” entrou no universo das Trevas e foi recebido com desconfiança e rapidamente escravizado. No entanto, todos que entraram em contato com o ser foram infectados com a Luz. Esses seres começaram a sofrer de compaixão, amor e outras coisas indescritíveis. Logo, o ser foi ajudado a escapar.

Os seres no universo das Trevas que estavam infectados com a Luz, também tinham uma profunda compreensão das forças e fraquezas do universo da Luz.

Enquanto isso, no universo da Luz, foi feita uma tentativa de “ajudar” e “consertar” aqueles seres que agora possuíam a Escuridão. Os planetas por todo o universo da Luz começaram a ajudar, mas foram infectados. Percebeu-se que esses planetas “infectados” tinham que ser colocados em quarentena e os seres dentro deles começaram a experimentar o primeiro sentimento de “desconexão” da fonte. Ao contrário do livro “O Retorno da Luz”, que afirma que foram os seres das Trevas que criaram uma parede; no meu sonho, foi a Luz que fez a barreira ao redor dos planetas infectados.

Os governantes do Universo das Trevas, ansiosos para expandir seu território, iniciaram um ataque completo ao Universo da Luz. Como o Universo da Luz havia separado as galáxias infectadas do resto, as forças das Trevas só podiam ter acesso aos planetas infectados nessas galáxias, e não ao resto do universo da Luz.

É aqui que o meu sonho de infância termina.

Quando adulta, tive outro sonho. Nesse sonho, eu era um ser tão grande e poderoso que podia viajar através dos Universos, e meu interesse era a exploração desses Universos. Enquanto viajei através de um belo universo de Luz, que é como nadar através de uma sinfonia de música e cor, de repente há um grande grito, como trilhões de almas chorando ao mesmo tempo, então, enquanto minha atenção tenta localizar aqueles gritos ... silêncio.

Havia uma seção do universo que era completamente e totalmente silenciosa. Esse silêncio era tão intenso que era como uma dor chata no tecido da realidade.

Eu e muitos outros seres, curiosos sobre o que acontecera, viajamos para aquele lugar. Nós vimos, atrás de uma parede, redemoinhos de dor, sofrimento e destruição.

Observamos, incapazes de fazer qualquer coisa, incapazes de entender o que estava acontecendo.

Mais seres se reúnem e há um pedido de ajuda. Muitos voluntários, e o trabalho para primeiro entender, e depois reivindicar esse setor começa.

Se a informação que eu tenho recolhido desde então está correta, então parece que este planeta, a Terra, pertence a um universo da Luz.

Isso explica muitas coisas.

A "batalha" está em andamento e, pelo menos este planeta, já foi conquistado pela Luz. Não há outro resultado possível. O planeta é agora pura luz.

Houve muitas ondas de seres entrando neste planeta antes e depois da conclusão da parede de quarentena. A primeira onda a entrar depois que a parede estava no lugar, foram os "equilibristas", os seres que colocam as coisas no lugar certo. Eles também abriram muitos canais de informação e luz para entrar. A segunda onda veio para simplesmente canalizar enormes quantidades de luz, de modo que os trabalhadores da linha de luz que já estavam aqui pudessem sobreviver, e também a vibração deste planeta se tornaria leve o suficiente para Uma onda de guerreiros da luz chegar. E depois disso, outra onda de trabalhadores da luz entrou.

As primeiras ondas tiveram muitas baixas.

O que estamos fazendo agora é remover toda a Escuridão dentro dos indivíduos e do coletivo humano, para que o maior número possível de pessoas possa voltar à sua configuração original. Aqueles que não puderem, ou não quiserem, serão integrados de volta à Fonte Escura ou Unidade. Não há meio termo. Nenhum “planeta especial” para seres das Trevas ou seres caídos. Este universo e seus criadores decidiram não participar das Trevas de nenhuma maneira ou forma. Todos os portais criados pelas Trevas para entrar neste universo foram fechados. O muro que separava este setor do resto do universo é tal que apenas a luz pode entrar, mas nenhuma escuridão pode passar.

Os seres que foram projetados para colocar as coisas de volta em seus lugares estão agora facilitando a “ascensão” dos indivíduos que escolheram voltar à sua própria configuração natural de Luz. Esta “ascensão” significa basicamente o levantamento do véu do esquecimento, a reconfiguração para uma dualidade saudável baseada na luz e o retorno da conexão natural com a Fonte de Luz.

Com o trabalho destes seres, os Trabalhadores e Guerreiros da Luz são agora capazes de fazer o seu trabalho de forma mais eficaz, curando, educando e salvando os seres caídos que escolhem ascender.


Muitos mais seres têm entrado na Terra nas últimas décadas, alguns para educar, alguns para canalizar informações, alguns para trazer luz, alguns para curar o planeta ou as pessoas, ou ambos.


O trabalho significou que já não estamos limitados como indivíduos, ou como espécie ou planeta, ao que podemos alcançar. A escuridão está travando uma grande luta para manter o controle do planeta, e cabe a nós detê-la. Podemos fazer isso neste momento, processando e resolvendo o nosso MEDO, ESTRESSE e SOFRIMENTO pessoal.




Eu ficaria muito interessado em saber com qual onda de seres você mais se identifica. Sinta-se à vontade para adicionar seus comentários ou ideias em nossa seção de comentários abaixo ou em nosso canal de telegram. Telegram da Inelia em Português: https://t.me/ineliapt

Fonte: https://ineliabenz.com | Tradução: Scheila Adriane

54 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
bottom of page